Barra de Apoio Preço R$ 69,90; estriada.

Barra de apoio com estrias de Ø 36 mm x 30 cm comprimento em PVC branca

Imagem 1

Projetada e fabricada para banheiros PNE aprovados pela NBR9050, tem o preço mais barato do Brasil, R$ 69,90; para quantidade solicite um orçamento
Ligue para 11 – 3032.0074 ou venha a nossa loja, olhe, escolha e leve na hora
Pinheiros, São Paulo
Av. Pedroso de Morasi, 359

Barra de apoio Preço R$ 79,90; Estriada.

Barra de apoio em PVC branca, com estrias de Ø 36 mm x 60 cm

Imagem 1
  • Barras de apoio- Feitas em PVC e canoplas e flanges em ABS,cor branca, atendem às normas da ABNT, suporta até 150 kg de esforço.

 Medidas - Ø 36 mm x 60 cm

Projetada e fabricada para banheiros PNE aprovados pela NBR9050, tem p preço mais barato do Brasil, R$ 190,00; para quantidade solicite um orçamento
Ligue para 11 – 3032.0074 ou venha a nossa loja, olhe, escolha e leve na hora
Pinheiros, São Paulo
Av. Pedroso de Morasi, 359

 

Barra de Apoio Articulada Preço R$ 249,00

Barra de Apoio Articulada

Barra de apoio articulada para banheiros PNE aprovados pela NBR9050, tem p preço mais barato do Brasil, R$ 249,00; para quantidade solicite um orçamento

Ligue para 11 – 3032.0074 ou venha a nossa loja, olhe, escolha e leve na hora
Pinheiros, São Paulo
Av. Pedroso de Morasi, 359

BARRA DE APOIO

 

 

Encontre a melhor seleção de barra apoio banheiro, cotações com preço baixo e produtos para barra apoio banheiro de alta performance e qualidade comprovada pela norma de acessibilidade da ABNT; NBR9050.

ATENDEMOS:

 

Acessibilidade Mil Assentos – Barras de apoio

Publicado em 24 de mai de 2012

Box para chuveiro e ducha em Banheiro Acessível adaptado para deficientes e cadeirantes.

Box para chuveiro e ducha em Banheiro Acessível adaptado para deficientes e cadeirantes.

Para boxes de chuveiros deve ser prevista área de transferência externa ao boxe, de forma a permitir a aproximação paralela, devendo estender-se no mínimo 0,30 m além da parede onde o banco está fixado, sendo que o local de transposição da cadeira de rodas para o banco deve estar livre de barreiras ou obstáculos. Quando houver porta no boxe, esta não deve interferir na transferência da cadeira de rodas para o banco e deve ser de material resistente a impacto.

box.jpg

 

Dimensões mínimas

 As dimensões mínimas dos boxes devem ser de 0,90 m por 0,95 m.

Os boxes devem ser providos de banco articulado ou removível, com cantos arredondados e superfície antiderrapante impermeável, ter profundidade mínima de 0,45 m, altura de 0,46 m do piso acabado e comprimento mínimo de 0,70 m, conforme figuras 128 a 130. Recomenda-se banco do tipo articulado para cima. O banco e os dispositivos de fixação devem suportar um esforço de 1,5 kN.

 

Barras de apoio

 Os boxes para chuveiros devem ser providos de barras de apoio verticais, horizontais ou em “L”.

Na parede de fixação do banco deve ser instalada uma barra vertical com altura de 0,75 m do piso acabado e comprimento mínimo de 0,70 m, a uma distância de 0,85 m da parede lateral ao banco.

Na parede lateral ao banco devem ser instaladas duas barras de apoio, uma vertical e outra horizontal ou, alternativamente, uma única barra em “L”, obedecendo aos seguintes parâmetros:

a)      barra vertical – com comprimento mínimo de 0,70 m, a uma altura de 0,75 m do piso acabado e a uma distância de 0,45 m da borda frontal do banco;

b)     barra horizontal – com comprimento mínimo de 0,60 m, a uma altura de 0,75 m do piso acabado e a uma distância máxima de 0,20 m da parede de fixação do banco.

c)      barra em “L” – em substituição às barras vertical e horizontal, com segmentos das barras de 0,70 m de comprimento mínimo, a uma altura de 0,75 m do piso acabado no segmento horizontal e a uma distância de 0,45 m da borda frontal do banco no segmento vertical.

box-2.jpg

 

 

 

 

Barras de apoio

FONTE: http://www.1000assentos.com.br/blog/?p=112

FONTE: http://www.meubanheiro.com.br/pages/Barras-de-apoio.html

Barras de apoio

Todas as barras de apoio utilizadas em sanitários e vestiários devem suportar a resistência a um esforço mínimo de 1,5 KN em qualquer sentido, ter diâmetro entre 3 cm e 4,5 cm, e estar firmemente fixadas em paredes ou divisórias a uma distância mínima destas de 4 cm da face interna da barra. Suas extremidades devem estar fixadas ou justapostas nas paredes ou ter desenvolvimento contínuo até o ponto de fixação com formato recurvado. Quando necessários, os suportes intermediários de fixação devem estar sob a área de empunhadura, garantindo a continuidade de deslocamento das mãos

reta1.jpg

 

 Localização das barras de apoio

 

A localização das barras de apoio deve atender às seguintes condições:

a)     junto à bacia sanitária, na lateral e no fundo, devem ser colocadas barras horizontais para apoio e transferência, com comprimento mínimo de 0,80 m, a 0,75 m de altura do piso acabado (medidos pelos eixos de fixação). A distância entre o eixo da bacia e a face da barra lateral ao vaso deve ser de 0,40 m, estando esta posicionada a uma distância mínima de 0,50 m da borda frontal da bacia. A barra da parede do fundo deve estar a uma distância máxima de 0,11 m da sua face externa à parede e estender- se no mínimo 0,30 m além do eixo da bacia, em direção à parede lateral.

retas-3.jpg

b)    na impossibilidade de instalação de barras nas paredes laterais, são admitidas barras laterais articuladas ou fixas (com fixação na parede de fundo), desde que sejam observados os parâmetros de segurança e dimensionamento estabelecidos conforme 7.2.4, e que estas e seus apoios não interfiram na área de giro e transferência. A distância entre esta barra e o eixo da bacia deve ser de 0,40 m, sendo que sua extremidade deve estar a uma distância  mínima  de  0,20  m  da  borda frontal  da  bacia.

reta-4.jpg

 

c)     no caso de bacias com caixa acoplada, deve-se garantir a instalação da barra na parede do fundo, de forma a se evitar que a caixa seja utilizada como apoio. A distância mínima entre a face inferior da barra e a tampa da caixa acoplada deve ser de 0,15 m.

Calçadas para Deficientes, normas não são cumpridas pela fiscalização.

comprar barra de apoio, barra de apoio mil assentos, alarme banheiro mil assentos, mil assentos 11-3032-0074, mil assentos em pinheiros, 1000assentos barra de apoio, tudo para i dosos, banho idoso, banqueta idoso, idoso cadeira de banho, banheiro completo pne na mil assentos,

Mil assentos em pinheiros, são paulo, fone 11-3032.0074, tem tudo para um banheiro acessível completo adaptado para PNE, deficiente, cadeirante ou idoso.
Todos os produtos e acessórios para banheiro pne, disponíveis de pronta entrega, são fabricados conforme a norma nbr 9050, dentro de todas as normativas da Anvisa e do Ministério Publico.

Calçadas para Deficientes, normas não são cumpridas pela fiscalização.

até quando?

 

 Calçadas e vias exclusivas de pedestres devem ter piso conforme 6.3 e garantir uma faixa livre (passeio) para a circulação de pedestres sem degraus. 73 ABNT NBR 9050:2015 © ABNT 2015 – Todos os direitos reservados 6.12.1 Inclinação transversal A inclinação transversal da faixa livre (passeio) das calçadas ou das vias exclusivas de pedestres não pode ser superior a 3 %. Eventuais ajustes de soleira devem ser executados sempre dentro dos lotes ou, em calçadas existentes com mais de 2,00 m de largura, podem ser executados nas faixas de acesso (6.12.3). 6.12.2 Inclinação longitudinal A inclinação longitudinal da faixa livre (passeio) das calçadas ou das vias exclusivas de pedestres deve sempre acompanhar a inclinação das vias lindeiras. 6.12.3 Dimensões mínimas da calçada A largura da calçada pode ser dividida em três faixas de uso, conforme defnido a seguir e demonstrado pela Figura 88:  a) faixa de serviço: serve para acomodar o mobiliário, os canteiros, as árvores e os postes de iluminação ou sinalização. Nas calçadas a serem construídas, recomenda-se reservar uma faixa de serviço com largura mínima de 0,70 m;  b) faixa livre ou passeio: destina-se exclusivamente à circulação de pedestres, deve ser livre de qualquer obstáculo, ter inclinação transversal até 3 %, ser contínua entre lotes e ter no mínimo 1,20 m de largura e 2,10 m de altura livre;  c) faixa de acesso: consiste no espaço de passagem da área pública para o lote. Esta faixa é possível apenas em calçadas com largura superior a 2,00 m. Serve para acomodar a rampa de acesso aos lotes lindeiros sob autorização do município para edifcações já construídas. 74 ABNT NBR 9050:2015

Chapa Inóx para porta de Banheiro Acessível adaptado para PNE Deficiente Cadeirante e Idoso.

Chapa de aço inóx para portas de 80 cm, 90 cm e 100 cm, voce encontra na
Mil Assentos em Pinheiros, são paulo, fone 11-3032.0074, tem tudo para um banheiro acessível completo adaptado para PNE, deficiente, cadeirante ou idoso.
Todos os produtos e acessórios para banheiro pne, disponíveis de pronta entrega, são fabricados conforme a norma nbr 9050, dentro de todas as normativas da Anvisa e do Ministério da Justiça.

 

Chapa Inóx para porta de Banheiro Acessível adaptado para PNE Deficiente Cadeirante e Idoso.

6.11.2.6 As portas devem ter condições de serem abertas com um único movimento, e suas maçanetas devem ser do tipo alavanca, instaladas a uma altura entre 0,80 m e 1,10 m. Recomenda-se que as portas tenham, na sua parte inferior, no lado oposto ao lado da abertura da porta, revestimento resistente a impactos provocados por bengalas, muletas e cadeiras de rodas, até a altura de 0,40 m a partir do piso, conforme Figura 84. 6.11.2.7 As portas de sanitários e vestiários devem ter, no lado oposto ao lado da abertura da porta, um puxador horizontal, conforme a Figura 84, associado à maçaneta. Deve estar localizado a uma distância de 0,10 m do eixo da porta (dobradiça) e possuir comprimento mínimo de 0,40 m, com diâmetro variando de 35 mm a 25 mm, instalado a 0,90 m do piso. O dispositivo de travamento deve observar o descrito em 4.6.8. Recomenda-se que estas portas ou batentes tenham cor contrastante com a da parede e do piso de forma a facilitar sua localização. Dimensões em metros 2,10 Puxador horizontal Maçaneta Revestimento resistente a impactos 0,50 0,40 0,10 0,40 0,90 a 1,10 0,80 a) Vista frontal b) Vista superior a) Vista frontal b) Vista superior Figura 84 – Portas com revestimento e puxador horizontal 6.11.2.8 As portas do tipo vaivém devem ter visor com largura mínima de 0,20 m, tendo sua face inferior situada entre 0,40 m e 0,90 m do piso, e a face superior no mínimo a 1,50 m do piso. O visor deve estar localizado no mínimo entre o eixo vertical central da porta e o lado oposto às dobradiças da porta, conforme Figura 85.

comprar barra de apoio, barra de apoio mil assentos, alarme banheiro mil assentos, mil assentos 11-3032-0074, mil assentos em pinheiros, 1000assentos barra de apoio, tudo para i dosos, banho idoso, banqueta idoso, idoso cadeira de banho, banheiro completo pne na mil assentos,

Chapa de aço inóx para portas de 80 cm, 90 cm e 100cm. voce encontra na
Mil assentos em pinheiros, são paulo, fone 11-3032.0074, tem tudo para um banheiro acessível completo adaptado para PNE, deficiente, cadeirante ou idoso.
Todos os produtos e acessórios para banheiro pne, disponíveis de pronta entrega, são fabricados conforme a norma nbr 9050, dentro de todas as normativas da Anvisa e do Ministério Publico.

Banheiro Adaptado para Cadeirantes em Clínicas.

A Mil Assentos em São Paulo, Pinheiros, fone 11-3032.0074 tem todos os acessórios para adaptar um Banheiro PNE para deficiente físico e cadeirante de pronta entrega.

Seus produtos são normatizados pela NBR 9050 da ABNT que exige e fiscaliza a aplicação de produtos fabricados conforme a NBR9050.

Fornecedora dos produtos de acessibilidade conforme nbr9050 para o maior numero de CLÍNICAS de São Paulo com seus produtos, garantindo nenhuma autuação pelos orgãos fiscalizadores.

 

Abaixo vamos descrever em capítulos a resenha completa da Norma de Acessibilidade

 

 

 

 

 

7.5 Dimensões do sanitário acessível e do boxe sanitário acessível As dimensões do sanitário acessível e do boxe sanitário acessível devem garantir o posicionamento das peças sanitárias e os seguintes parâmetros de acessibilidade:  a) circulação com o giro de 360°, conforme 4.3.4;  b) área necessária para garantir a transferência lateral, perpendicular e diagonal para a bacia sanitária, conforme Figuras 97 a) e 102;  c) a área de manobra pode utilizar no máximo 0,10 m sob a bacia sanitária e 0,30 m sob o lavatório, conforme Figuras 97 b) e 99;  d) deve ser instalado lavatório sem coluna ou com coluna suspensa ou lavatório sobre tampo, dentro do sanitário ou boxe acessível, em local que não interfra na área de transferência para a bacia sanitária, podendo sua área de aproximação ser sobreposta à área de manobra, conforme Figura 98;  e) os lavatórios devem garantir altura frontal livre na superfície inferior, conforme Figura 98, e na superfície superior de no máximo 0,80 m, exceto a infantil;  f) quando a porta instalada for do tipo de eixo vertical, deve abrir para o lado externo do sanitário ou boxe e possuir um puxador horizontal no lado interno do ambiente, medindo no mínimo 0,40 m de comprimento, afastamento de no máximo 40 mm e diâmetro entre 25 mm e 35 mm, conforme Figura 84;  g) pode ser instalada porta de correr, desde que atenda às condições previstas em 6.11.2.4 e 6.11.2.11;  h) para travamento das portas deve ser observado o descrito em 4.6.8;  i) quando o boxe for instalado em locais de prática de esportes, as portas devem atender a um vão livre mínimo de 1,00m;  j) deve ser respeitado 6.11.2.2 e 6.11.2.3;  k) alcance manual para acionamento da válvula sanitária, da torneira, das barras, puxadores e trincos e manuseio e uso dos acessórios conforme 4.6 e 7.6;  l) alcance visual do espelho conforme 7.11.1; 85 ABNT NBR 9050:2015 © ABNT 2015 – Todos os direitos reservados  m) recomenda-se a instalação de ducha higiênica ao lado da bacia, dentro do alcance manual de uma pessoa sentada na bacia sanitária, dotada de registro de pressão para regulagem da vazão;  n) a Figura 99 exemplifca medidas mínimas de um sanitário acessível;  o) quando houver mais de um sanitário acessível (Figura 99), recomenda-se que as bacias sanitárias, áreas de transferência e barras de apoio sejam posicionadas simetricamente opostas, contemplando todas as formas de transferência para a bacia, para atender a uma gama maior de necessidades das pessoas com defciência;  p) em edifcações existentes ou em reforma, quando não for possível atender às medidas mínimas de sanitário da Figura 99, serão admitidas as medidas mínimas demonstradas na Figura 100. Dimensões em metros M.R. M.R. M.R. 0,10 máx. 0,30 máx. ∅ 1,50 a) Vista superior da área de transferência a) Vista superior da área de transferência b) Vista superior da área de manobra b) Vista superior da área de manobra Figura 97 – Áreas de transferência e manobra para uso da bacia sanitária