COMO ESPECIFICAR BARRAS DE APOIO PARA BANHEIROS PNE?

Quando o assunto é Banheiro Acessível – tanto públicos quanto privados – necessitam de atenção redobrada. Para que esses espaços possam ser usados com segurança, independentemente de idade, estatura ou condições físicas, uma série de materiais deve constar no projeto, com destaque para as barras de apoio.

“As Barras de Apoio devem estar sempre presente, entretanto, sua simples existência não torna o banheiro acessível. É preciso, por exemplo, cuidado com a posicionamento das Barras de Apoio respeitando as cotas de instalação, para que o espaço reservado à transferência da cadeira de rodas para o assento sanitário e vice-versa seja o mesmo estipulado pela NBR 9050 da ABNT.

Para Tanto,arquitetos e instaladores, quando forem especificar e posicionar as barras de apoio, devem consultar e atender ao especificado na Norma Oficial de Acessibilidade a edificações, mobiliários, espaços e equipamentos urbanos, elaborada pela ABNT- Associação Brasileira de Normas Técnicas, de número NBR 9050, em vigor desde 2004, que contempla todas as informações necessárias para a correta elaboração do projeto.

 

Como Projetar Banheiros com acessibilidade para pessoas com deficiência física e idosos

O banheiro necessita atender às diferentes características das pessoas que vão utilizá-lo e isso deve ocorrer de uma forma segura e independente. O termo que define um projeto que atenda ao maior número de pessoas possíveis é o Desenho Universal, e requer considerar as habilidades ou dificuldades de utilização de um espaço pelas pessoas ao longo de toda a vida.

Considera-se, em nossa sociedade, que a privacidade seja um fator preponderante para que as funções orgânicas e de higiene pessoal possam ser efetuadas adequadamente, sendo que somente entre as crianças ainda pequenas a falta de privacidade não representa um problema. O usuário portador de deficiência não consegue, muitas vezes, entrar no ambiente em que esteja localizada a bacia sanitária, pias e chuveiro devido a dimensões inadequadas, portas com vãos estreitos e peças e metais sanitários dispostos de uma forma inacessível para uma pessoa com mobilidade reduzida.

O impacto social e psicológico que pode causar a esse usuário é grande, desestimulando a saída para outros ambientes que não podem ser utilizados com privacidade sem a ajuda de terceiros e muitas vezes tendo na própria residência a necessidade de auxílio devido às características inadequadas dos equipamentos e do ambiente. Hoje, diz-se que uma proposta arquitetônica cria ou suprime uma deficiência.

Pesquisas recentes em APO (Avaliação Pós-Ocupação) têm apontado que, apesar dos avanços em termos de normalização, legislação e interesse, ainda que isolados, de algumas escolas de arquitetura, o atendimento aos quesitos básicos de acessibilidade ou do Desenho Universal está ainda longe da incorporação cotidiana nas atividades de projetos executivos. Além disso, há casos em que se verifica uma interpretação equivocada da NBR 9050/94 resultando em projetos que, por vezes, oferecem mais barreiras que acessos.

Assim, pelas razões já expostas, o banheiro de uso residencial ou situado em espaços de uso coletivo e tal como ocorre há muitas décadas nos países desenvolvidos é um dos ambientes internos da edificação que tanto para pessoas com dificuldades permanentes quanto para aquelas com dificuldades temporárias deve ser simplesmente acessível. Daí ter procurado destacá-lo como exemplo prático neste artigo.

Por que executar um projeto detalhado de acessibilidade?
Detalhes que muitas vezes são imperceptíveis para uma pessoa que utiliza um espaço sem ter alguma dificuldade de locomoção podem se tornar impeditivos se essa pessoa estiver utilizando bengala, cadeira de rodas ou alguma prótese. Imagine uma pessoa sentada em um vaso sanitário sem poder alcançar o papel higiênico, nem levantar-se para pegá-lo. Isso ocorre inúmeras vezes, não por um desrespeito às pessoas com alguma dificuldade de locomoção, mas por falta de detalhamento no projeto e critérios na execução.

Outra necessidade é o planejamento prévio para execução da obra em locais cujos parâmetros de acessibilidade devam ser respeitados. Caso o projeto preveja paredes de gesso acartonado, é necessário deixar reforços internos, nos locais onde serão fixadas barras de apoio e transferência, para suportar o peso de uma pessoa. A localização e altura dos pontos hidráulicos e elétricos devem ser adequadas para que não se torne necessário quebrar as paredes para uma reforma posterior. A drenagem deve ser projetada para que um desnível máximo de 0,015 m (chanfrado a 45o) entre o piso do boxe do chuveiro e o restante do piso do banheiro seja suficiente. Isso reduz o risco de alguém escorregar e cair no piso molhado do boxe.

Assim sendo, serão elencados os critérios que devem ser adotados no desenvolvimento de um projeto e posterior construção de um banheiro para que atenda às necessidades de um maior número de pessoas possíveis, segundo o conceito do Desenho Universal.

Medidas de Banheiro Acessível Adaptado PNE para Deficiente e Cadeirante.

Medidas de Banheiro PNE para Deficiente

Medidas de Banheiro PNE para Deficiente e Cadeirante.

 

1-) Area Minima de 1,70m por 1,50m pode utilizar porta de 80 cm como abaixo:

 

AQUÍ NO MEU BANHEIRO; você encontra TUDO para Banheiro PNE.

CLIK NO LINK E VEJA TODOS OS PRODUTOS APROVADOS PELA NBR 9050 PARA BANHEIRO PNE.

http://www.meubanheiro.com.br/categories/Acessibilidade/

 

7.3.3 Boxe para bacia sanitária acessível

7.3.3.1 Os boxes para bacia sanitária devem garantir as áreas para transferência diagonal, lateral e
perpendicular, bem como área de manobra para rotação de 180º, conforme figura 125.
Quando houver mais de um boxe acessível, as bacias sanitárias, áreas de transferência e barras de apoio
devem estar posicionadas de lados diferentes, contemplando todas as formas de transferência para a bacia,
conforme 7.3.1.1.

 

 

AQUÍ NO MEU BANHEIRO; você encontra TUDO para Banheiro PNE.

CLIK NO LINK E VEJA TODOS OS PRODUTOS APROVADOS PELA NBR 9050 PARA BANHEIRO PNE.

http://www.meubanheiro.com.br/categories/Acessibilidade/

 

 

area minima banheiro PNE 1,70m x 1,50m com porta de 80cm de largura

 

 

 

2-) Area Minima de 1,50m por 1,50m deve utilizar porta de 100 cm como abaixo:

Em caso de reformas, quando for impraticável a instalação de boxes com as dimensões que
atendam às condições acima especificadas, são admissíveis boxes com dimensões mínimas, de forma que
atendam pelo menos uma forma de transferência, ou se considere área de manobra externamente ao boxe,
conforme figura 126. Neste caso, as portas devem ter 1,00 m de largura.

area minima banheiro PNE 1,50m x 1,50m com porta de 1 metro de largura

AQUÍ NO MEU BANHEIRO; você encontra TUDO para Banheiro PNE.

CLIK NO LINK E VEJA TODOS OS PRODUTOS APROVADOS PELA NBR 9050 PARA BANHEIRO PNE.

Banheiro de Cadeirante com porta sanfonada.

comprar barra de apoio, barra de apoio mil assentos, alarme banheiro mil assentos, mil assentos 11-3032-0074, mil assentos em pinheiros, 1000assentos barra de apoio, tudo para i dosos, banho idoso, banqueta idoso, idoso cadeira de banho, banheiro completo pne na mil assentos,

Mil assentos em pinheiros, são paulo, fone 11-3032.0074, tem tudo para um banheiro acessível completo adaptado para PNE, deficiente, cadeirante ou idoso.
Todos os produtos e acessórios para banheiro pne, disponíveis de pronta entrega, são fabricados conforme a norma nbr 9050, dentro de todas as normativas da Anvisa e do Ministério Publico.

Banheiro de Cadeirante com porta sanfonada.

6.11.2.3 No deslocamento lateral, deve ser garantido 0,60 m de espaço livre de cada um dos lados, conforme Figura 82. Na impraticabilidade da existência destes espaços livres, deve-se garantir equipamento de automação da abertura e fechamento das portas através de botoeira ou sensor, conforme 6.11.2.9 e 6.11.2.10 NOTA Esses espaços são necessários para facilitar a abertura da porta às pessoas em cadeira de rodas. 69 ABNT NBR 9050:2015 © ABNT 2015 – Todos os direitos reservados Dimensões em metros 1,50 mín. 0,80 mín. 0,60 mín. 0,30 mín. 1,20 mín. Figura 81 – Deslocamento frontal Dimensões em metros 1,50 mín. 1,50 mín. 0,80 mín. 0,80 mín. 0,90 mín. 0,60 mín. 0,60 mín. 1,20 mín. 1,20 mín. Figura 82 – Deslocamento lateral 6.11.2.4 As portas, quando abertas, devem ter um vão livre, de no mínimo 0,80 m de largura e 2,10 m de altura. Em portas de duas ou mais folhas, pelo menos uma delas deve ter o vão livre de 0,80 m. As portas de elevadores devem atender ao estabelecido na ABNT NM NBR 313. O vão livre de 0,80 m deve ser garantido também no caso de portas de correr e sanfonada, onde as maçanetas impedem seu recolhimento total, conforme Figura 83. Quando instaladas em locais de prática esportiva, as portas devem ter vão livre mínimo de 1,00 m. Dimensões em metros 0,80 0,80 a) Porta de correr – Vista superior b) Porta sanfonada – Vista superior a) Porta de correr – Vista superior b) Porta sanfonada – Vista superior Figura 83 – Vãos de portas de correr e sanfonada 6.11.2.5 O mecanismo de acionamento das portas deve requerer força humana direta igual ou inferior a 36 N.

Porta de Banheiro PNE.

1000assentos 11-30320074

1000acentos, 1000assentos, acessibilidade, acessibilidade pinheiros, alarme banheiro, alarme banheiro deficientes, alarme banheiro deficientes nbr 9050, alarme deficiente, alarme milassentos, alarme pne, alça de apoio, alça de apoio para box, bacia para deficiente, banco articulado, banco banho, banco banho obeso, banco retratil, banheiro acessível, banheiro acessível dimensoes, banheiro acessível medidas, banheiro adaptado, banheiro adaptado medidas, banheiro adaptado restaurante, banheiro alarme, banheiro banco banho, banheiro barra de apoio, banheiro cadeira banho, banheiro cadeirante, banheiro cadeirante dimensoes, banheiro cadeirante medidas, banheiro deficiente, banheiro dificiente dimensoes, banheiro dificiente dimensoes minimas, banheiro dificiente fisico dimensões, banheiro dificiente medidas, banheiro idoso, banheiro idosos, banheiro pne, banheiro pne dimensoes, banheiro pne dimensoes minimas, banheiro pne medidas, banheiro pne porta, banho box, banho idosos

6.11.2 Portas 6.11.2.1 Para a utilização das portas em sequência, é necessário um espaço de transposição com um círculo de 1,50 m de diâmetro, somado às dimensões da largura das portas (y), exemplifcado na Figura 80, além dos 0,60 m ao lado da maçaneta de cada porta, para permitir a aproximação de uma pessoa em cadeira de rodas. Dimensões em metros 0,60 0,60 y y 1,50 mín Figura 80 – Espaço para transposição de portas 6.11.2.2 No deslocamento frontal, quando as portas abrirem no sentido do deslocamento do usuário, deve existir um espaço livre de 0,30 m entre a parede e a porta, e quando abrirem no sentido oposto ao deslocamento do usuário, deve existir um espaço livre de 0,60 m, contíguo à maçaneta, conforme a Figura 81. Na impraticabilidade da existência destes espaços livres, deve-se garantir equipamento de automação da abertura e fechamento das portas através de botoeira ou sensor, conforme 6.11.2.9 e 6.11.2.10 6.11.2.3 No deslocamento lateral, deve ser garantido 0,60 m de espaço livre de cada um dos lados, conforme Figura 82. Na impraticabilidade da existência destes espaços livres, deve-se garantir equipamento de automação da abertura e fechamento das portas através de botoeira ou sensor, conforme 6.11.2.9 e 6.11.2.10 NOTA Esses espaços são necessários para facilitar a abertura da porta às pessoas em cadeira de rodas. 69 ABNT NBR 9050:2015 © ABNT 2015 – Todos os direitos reservados Dimensões em metros 1,50 mín. 0,80 mín. 0,60 mín. 0,30 mín. 1,20 mín. Figura 81 – Deslocamento frontal Dimensões em metros 1,50 mín. 1,50 mín. 0,80 mín. 0,80 mín. 0,90 mín. 0,60 mín. 0,60 mín. 1,20 mín. 1,20 mín. Figura 82 – Deslocamento lateral

BANHEIRO PNE – Acionamento da válvula de descarga

LIGUE 1000ASSENTOS 11-3032.0074

em Pinheiros na av, pedroso de morais, 359 tudo de pronta entrega para banheiro pne adaptado para idoso deficiente ou cadeirante

7.7.3.1 Válvula de parede O acionamento da válvula de descarga deve estar a uma altura máxima de 1,00 m, conforme Figura 111, e ser preferencialmente acionado por sensores eletrônicos ou dispositivos equivalentes. A força de acionamento deve ser inferior a 23 N. Admite-se outra localização para o acionamento com alcance manual, conforme Seção 4. Na impossibilidade de uso de válvula de descarga, recomenda-se que seja colocada caixa de descarga embutida. Para estas caixas aplicam-se os mesmos requisitos de força e altura de acionamento. Dimensões em metros 1,00 máx. a) Vista frontal b) Vista lateral esquerda a) Vista frontal b) Vista lateral esquerda Figura 111 – Altura máxima de acionamento da válvula de descarga 98 ABNT NBR 9050:2015 © ABNT 2015 – Todos os direitos reservados 7.7.3.2 Mecanismo de acionamento de descarga em caixa acoplada O mecanismo de acionamento de descarga em caixa acoplada deve estar localizado dentro do alcance manual de pessoas em cadeira de rodas, conforme 4.6. O mecanismo de acionamento de descarga em caixa acoplada pode ser por alavanca, sensores eletrônicos ou dispositivos equivalentes, conforme 4.6.7.

Você que está adaptando ou vai adaptar um banheiro para PNE para cadeirante ou deficiente,

Você que esta adaptando ou vai adaptar um banheiro para PNE, ligue-nos, fale com um especialista, esclareça sua dúvida pelo fone 11-3032.0074.

Nossos especialistas tem soluções até para casos quase impossíveis; pois somos o maior fornecedor de produtos normatizados pela nbr9050, atendendo a maioria dos hospitais, hotéis, clínicas e restaurantes na montagem de banheiros adaptados para cadeirantes e deficientes.

 

A Mil Assentos em São Paulo, Pinheiros, fone 11-3032.0074 tem todos os acessórios para adaptar um Banheiro PNE para deficiente físico e cadeirante de pronta entrega.

Seus produtos são normatizados pela NBR 9050 da ABNT que exige e fiscaliza a aplicação de produtos fabricados conforme a NBR9050.

Fornecedora dos produtos de acessibilidade conforme nbr9050 para o maior numero de banheiros adaptados de São Paulo com seus produtos, garantindo a melhor qualidade e segurança, com nenhuma autuação pelos orgãos fiscalizadores.

 

 

Descreveremos ao longo das postagens, em capítulos a resenha completa da Norma de Acessibilidade NBR 9050 da ABNT.

 

 

Abaixo vamos descrever em capítulos a resenha completa da Norma de Acessibilidade

 7.2.4 Barras de apoio

Todas as barras de apoio utilizadas em sanitários e vestiários devem suportar a resistência a um esforço mínimo de 1,5 KN em qualquer sentido, ter diâmetro entre 3 cm e 4,5 cm, e estar firmemente fixadas em paredes ou divisórias a uma distância mínima destas de 4 cm da face interna da barra. Suas extremidades devem estar fixadas ou justapostas nas paredes ou ter desenvolvimento contínuo até o ponto de fixação com formato recurvado. Quando necessários, os suportes intermediários de fixação devem estar sob a área de empunhadura, garantindo a continuidade de deslocamento das mãos (figura 113). O comprimento e a altura de fixação são determinados em função de sua utilização, conforme 7.3.1.2, 7.3.4.4, 7.3.5.4, 7.3.6.4, 7.3.7.4 e 7.4.3.1 Quando executadas em material metálico, as barras de apoio e seus elementos de fixação e instalação devem ser de material resistente à corrosão, e com aderência, conforme ABNT NBR 10283 e ABNT NBR 11003. Dimensões em centímetros Figura 113 — Barras de apoio 7.2.5 Piso O piso dos sanitários e vestiários deve seguir as condições especificadas em 6.1.1. 7.3 Sanitários 7.3.1 Bacia sanitária 7.3.1.1 Áreas de transferência Para instalação de bacias sanitárias devem ser previstas áreas de transferência lateral, perpendicular e diagonal, conforme figura 114. A figura 115 demonstra exemplos de transferência. ABNT NBR 9050:2004 66 © ABNT 2004 ─ Todos os direitos reservados Figura 114 — Áreas de transferência para bacia sanitária Figura 115 — Exemplos de transferência para bacia sanitária

Banheiro PNE / Deficientes para Restaurante

A Mil Assentos em São Paulo, Pinheiros, fone 11-3032.0074 tem todos os acessórios para adaptar um Banheiro PNE para deficiente físico e cadeirante de pronta entrega.

Seus produtos são normatizados pela NBR 9050 da ABNT que exige e fiscaliza a aplicação de produtos fabricados conforme a NBR9050.

Fornecedora do maior numero de restaurantes de São Paulo com seus produtos, garantindo nenhuma autuação pelos orgãos fiscalizadores.

 

Abaixo vamos descrever em capítulos a resenha completa da Norma de Acessibilidade da ABNT:

7.4.3.1 a 7.4.3.3. Tabela 9 – Número mínimo de sanitários acessíveis

7 Sanitários, banheiros e vestiários

7.1 Requisitos gerais

Os sanitários, banheiros e vestiários acessíveis devem obedecer aos parâmetros desta Norma quanto às quantidades mínimas necessárias, localização, dimensões dos boxes, posicionamento e características das peças, acessórios barras de apoio, comandos e características de pisos e desnível. Os espaços, peças e acessórios devem atender aos conceitos de acessibilidade, como as áreas mínimas de circulação, de transferência e de aproximação, alcance manual, empunhadura e ângulo visual, defnidos na Seção 4. 7.2

Tolerâncias dimensionais

Os valores identifcados como máximos e mínimos nesta Seção devem ser considerados absolutos, e demais dimensões devem ter tolerâncias de mais ou menos 10 mm.

7.3 Localização

7.3.1 Os sanitários, banheiros e vestiários acessíveis devem localizar-se em rotas acessíveis, próximas à circulação principal, próximas ou integradas às demais instalações sanitárias, evitando estar em locais isolados para situações de emergências ou auxílio, e devem ser devidamente sinalizados conforme Seção 5.

7.3.2 Recomenda-se que a distância máxima a ser percorrida de qualquer ponto da edifcação até o sanitário ou banheiro acessível seja de até 50 m.

7.4 Quantifcação e características

7.4.1 As instalações sanitárias acessíveis nas edifcações e espaços de uso público e coletivo devem estar distribuídas nas proporções e especifcidades construtivas estabelecidas nesta seção. 83 ABNT NBR 9050:2015 © ABNT 2015 – Todos os direitos reservados

7.4.2 Os sanitários, banheiros e vestiários acessíveis devem possuir entrada independente, de modo a possibilitar que a pessoa com defciência possa utilizar a instalação sanitária acompanhada de uma pessoa do sexo oposto.

7.4.2.1 Recomenda-se, para locais de prática esportiva, terapêutica e demais usos (10.11 e 10.12), que os vestiários acessíveis excedentes sejam instalados nos banheiros coletivos, ou seja, que as peças acessíveis, como chuveiros, bacias sanitárias, lavatórios e bancos, estejam integrados aos demais.

7.4.2.2 Devem ser instalados dispositivos de sinalização de emergência em sanitários, banheiros e vestiários acessíveis, atendendo ao disposto em 5.6.4.1.

7.4.3 O número mínimo de sanitários acessíveis está defnido na Tabela 9 e em

7.4.3.1 a 7.4.3.3. Tabela 9 – Número mínimo de sanitários acessíveis

Edifcação de uso Situação da edifcação

Número mínimo de sanitários acessíveis com entradas independentes Público A ser construída 5 % do total de cada peça sanitária, com no mínimo um, para cada sexo em cada pavimento, onde houver sanitários Existente Um por pavimento, onde houver ou onde a legislação obrigar a ter sanitários Coletivo A ser construída 5 % do total de cada peça sanitária, com no mínimo um em cada pavimento, onde houver sanitário A ser ampliada ou reformada 5 % do total de cada peça sanitária, com no mínimo um em cada pavimento acessível, onde houver sanitário Existente Uma instalação sanitária, onde houver sanitários Privado áreas de uso comum A ser construída 5 % do total de cada peça sanitária, com no mínimo um, onde houver sanitários A ser ampliada ou reformada 5 % do total de cada peça sanitária, com no mínimo um por bloco Existente Um no mínimo NOTA As instalações sanitárias acessíveis que excederem a quantidade de unidades mínimas podem localizar-se na área interna dos sanitários.

7.4.3.1 Em espaços de uso público ou uso coletivo que apresentem unidades autônomas de comércio ou serviços, deve ser previsto à no mínimo um sanitário por pavimento, localizado nas áreas de uso comum do andar. Quando o calculo da porcentagem de 5 % de peças sanitárias do pavimento resultar em mais do que uma instalação sanitária ou fração, estas devem ser divididas por sexo para cada pavimento. 7.4.3.2 Em estabelecimentos como shoppings, terminais de transporte, clubes esportivos, arenas verdes (ou estádios), locais de shows e eventos ou em outros edifícios de uso público ou coletivo, com instalações permanentes ou temporárias que, dependendo da sua especifcidade ou natureza, concentrem um grande número de pessoas, independentemente de atender à quantidade mínima de 5 % de peças sanitárias acessíveis, deve também ser previsto um sanitário acessível para cada sexo junto a cada conjunto de sanitários. 84 ABNT NBR 9050:2015 © ABNT 2015 – Todos os direitos reservados 7.4.3.3 Em edifcações de uso coletivo a serem ampliadas ou reformadas, com até dois pavimentos e área construída de no máximo 150 m2 por pavimento, as instalações sanitárias acessíveis podem estar localizadas em um único pavimento. 7.4.4 Recomenda-se que nos conjuntos de sanitários seja instalada uma bacia infantil para uso de pessoas com baixa estatura e de crianças. 7.4.5 Banheiros e vestiários devem ter no mínimo 5 % do total de cada peça instalada acessível, respeitada no mínimo uma de cada. Quando houver divisão por sexo, as peças devem ser consideradas separadamente para efeito de cálculo. 7.4.6 Quanto ao número mínimo de instalações sanitárias em escolas, observar o descrito em 7.4.3.

Banheiros Com Pastilhas Vermelha

A MAIOR LOJA EM ACESSIBILIDADE

barra de apoio – cadeira de banho -sanitario elevado -
banco articulado -alarme pne -
lavatório pne -bide eletronico -assento automatico -ACESSIBILIDADE -NBR 9050-banheiro-banheiros-assento sanitário-assentos sanitários

Imagens De Banheiros Com Pastilhas Vermelha E Moveis De Banheiro Marrom

O AMBIENTE IDEAL: Banheiros inspiradores + dúvidas e … - Banheiro | casa bela blog, Eu disse que faltava só o projeto da cozinha e área de serviço pro meu apê, mas nããão… estava esquecendo do banheiro! este foi um ambiente super. Veja dicas de decoraçã espaços pequenos inspire-se, Com 5,76 m², o banheiro desenhado por rodrigo kolton se vale do contraste entre claro e escuro para dar maior profundidade ao espaço. pastilhas 3cm x 3cm foram. Cuidados banheiro | detalhes ágicos, Incrível. depois que resolvi melhorar a acessibilidade do banheiro de casa, para garantir mais espaço e menos riscos para a minha mãe, descobri o teu blog..
... Rúbia Mussi e Elisa Fornasier. Veja mais fotos: Banheiros de Mostras
… Rúbia Mussi e Elisa Fornasier. Veja mais fotos: Banheiros de Mostras | Read Sources

Revestimentos pisos paredes(2)-pastilhas | simples, O simples decoração busca inspirar profissionais e estudantes e ajudar os leitores em geral, apresentando técnicas, informações e dicas de decoração e design.Consulte arquiteta – quais pastilhas de vidro mais em, Obs.#dica: cuidado com bordas irregulares em locais publicos . já vi alguns problemas de pessoas que escorregaram e se cortaram com essas pastilhas..Decoraçã de banheiros-paredes chã – tudo link, Preciso urgente de sua orientaçaõ ,pois começo a reforma no meu banheiro na semana que vem e só tenho esses dias para comprar o piso e os azulejos.minha pia é de.O ambiente ideal: banheiros inspiradores + úvidas , Agora para o banheiro social, ôh dúvida! já estou com dor de cabeça antecipada. queria ele preto e branco, mas minha cozinha será preta e branca também, não.

Postado em Decoração

Postado em Decoração | Read Sources

Pastilhas: modelos aplicações – clique arquitetura, Pastilhas de madrepérola. são exclusivas para paredes. É possível encontrar em variados tamanhos e nas cores: branca, bronze, dourada e marrom..Banheiro | casa bela blog, Eu disse que faltava só o projeto da cozinha e área de serviço pro meu apê, mas nããão… estava esquecendo do banheiro! este foi um ambiente super.

Banheiro com Pastilhas de Vidro - C01

Banheiro com Pastilhas de Vidro – C01 | Read Sources

Cuidados banheiro | detalhes ágicos, Incrível. depois que resolvi melhorar a acessibilidade do banheiro de casa, para garantir mais espaço e menos riscos para a minha mãe, descobri o teu blog..

Decoração de banheiros-paredes e chão – tudo link - Preciso urgente de sua orientaçaõ ,pois começo a reforma no meu banheiro na semana que vem e só tenho esses dias para comprar o piso e os azulejos.minha pia é de.O ambiente ideal: banheiros inspiradores + dúvidas e - Agora para o banheiro social, ôh dúvida! já estou com dor de cabeça antecipada. queria ele preto e branco, mas minha cozinha será preta e branca também, não.Bancadas de banheiro e lavabo – clique arquitetura - Bancadas de banheiro e lavabo. um dos elementos mais importantes de um banheiro ou lavabo é a sua bancada: seu design marca a decoração, trazendo funcionalidade ao.
Fonte:
http://www.librorecetas.com/imagens/imagens-de-banheiros-com-pastilhas-vermelha-e-moveis-de-banheiro-marrom.html

 

Gás de pimenta é lançado em banheiro do Terminal Central de Ônibus de Criciúma

A MAIOR LOJA EM ACESSIBILIDADE

barra de apoio – cadeira de banho -sanitario elevado -
banco articulado -alarme pne -
lavatório pne -bide eletronico -assento automatico -ACESSIBILIDADE -NBR 9050-banheiro-banheiros-assento sanitário-assentos sanitários

Gás de pimenta é lançado em banheiro do Terminal Central de Ônibus de Criciúma

Tharcila Werlich

Pessoas que circulavam pelo Terminal Central de Ônibus de Criciúma passaram mal depois de respirar gás de pimenta que foi lançado em um dos banheiros, na tarde desta quarta-feira, dia 29. Os bombeiros foram chamados pelos comerciantes do local por volta das 15 horas, pois suspeitavam de vazamento de gás. O responsável pelo ato de vandalismo não foi localizado, porém as imagens do circuito interno de vigilância do terminal vão ser analisados para identificar o autor da ação.

Atualização – o gerente dos terminais de ônibus e da estação rodoviária Edson Silveira participou do programa Comunidade em Ação na Rádio Difusora, nesta quinta-feira, dia 30, e comentou o que aconteceu no local. Confira o audio da entrevista nesta matéria.